PsicologiaRH A saúde mental saudável como sinal de desenvolvimento nas empresas

Falar em saúde mental é um assunto que ainda muitas empresas ignoram pensando somente no lucro, e esquecendo-se de cuidar de seu maior patrimônio: os colaboradores.

Entretanto, como veremos neste texto, uma empresa onde seus colaboradores encontram- se com o seu psicológico debilitado, tende a ter mais prejuízo do que lucro.

Isso porque é possível considerar hoje que, mais do que colaboradores, é preciso entender a ideia do que é o Capital Humano. Por isso, aprofundaremos mais sobre o assunto a partir de agora.

 

A importância de cuidar da saúde mental dos colaboradores

Como foi dito acima, mais do que colaboradores, as empresas hoje em dia precisam entender e investir na ideia do Capital Humano. Ou seja, ver o colaborador além de suas funcionalidades, o concebendo como um ser humano, dotado de qualidades, defeitos e desejos.

Assim, é importante que ela se preocupe e cuide da saúde mental de seus colaboradores. E uma ótima forma de se investir nisso é oferecendo apoio psicológico por meio de um profissional qualificado, ou seja, um psicólogo organizacional, como assim é chamado.

Este é um profissional com especialização na área empresarial, capaz de promover atendimento qualificado aos colaboradores, alinhando suas características pessoais aos interesses da empresa de modo que isso seja satisfatório para ambos os lados.

Assim, o objetivo deste trabalho é proporcionar condições adequadas para que os indivíduos de uma empresa tenham uma boa saúde mental.

Isso resultará em diversos benefícios para a corporação como, por exemplo:

  • Desenvolvimento de novas habilidades que podem ajudar no desenvolvimento, otimização e crescimento do trabalho;
  • Redução de afastamentos e desligamentos em decorrência de transtornos psicológicos;
  • Queda no número de acidentes de trabalho;
  • Um ambiente saudável e agradável de trabalho.

Entretanto, a falta de um profissional qualificado para atender a estas demandas pode surtir efeitos negativos para a empresa. Entenda mais:

 

Pessoas doentes afetam o clima empresarial e não têm bom desempenho em suas funções

Ter em sua empresa pessoas que não estejam com boa saúde mental pode não ser um bom negócio, porque pessoas doentes e com seu estado mental desgastado, podem trazer um baixo rendimento em suas funções.

É muito comum encontrarmos dentro de uma empresa pessoas com transtornos mentais como ansiedade, síndrome do pânico e depressão que são as que mais afetam os trabalhadores.

As causas podem variar, contudo é válido destacar que em ambientes em que os colaboradores sofrem pressão diariamente, seja por cumprimento de metas ou até mesmo, por medo de perder emprego, são mais afetados.

Entre os problemas mais comuns, pessoas com a saúde mental debilitada podem apresentar efeitos negativos em relação ao trabalho tais como:

  • Instabilidade emocional;
  • Falta de comunicação;
  • Serviços inacabados;
  • Pouca ou nenhuma vontade de executar as tarefas;
  • Atraso na execução de trabalhos simples e mais complexos;
  • Ausência no emprego sem motivo relevante.

Também é possível que a pessoa doente possa mudar um ambiente de trabalho que é cheio de harmonia e o transformando em um lugar desagradável.

Desta forma, se todos estão bem e saudáveis mentalmente, produzirão mais e trabalharão com mais vontade. Por outro lado, se estiverem doentes, o desempenho da empresa dificilmente crescerá.

Então o trabalho de um psicólogo organizacional se torna um item de extrema relevância, pois leva em consideração fatores intrínsecos e extrínsecos inerentes ao trabalhador e que podem afetar toda a equipe.

 

O impacto da saúde mental dos colaboradores nas empresas

Podemos dizer que a saúde mental de seus colaboradores pode ser utilizada como um termômetro para medir o desempenho de sua empresa como um todo.

Abaixo, listamos alguns impactos que os colaboradores podem trazer para a empresa se não estiverem com uma boa saúde mental:

 

Queda no rendimento da equipe

Na realização de um trabalho, independentemente de qual seja, a mente é uma das principais partes do seu corpo usada durante seu expediente, pois ela é responsável pela nossa concentração e foco naquilo que estamos fazendo.

Desta forma, não estando com a sua condição mental saudável, o colaborador torna-se incapaz de realizar um serviço de qualidade, uma vez que não está integralmente comprometido com o propósito da empresa.

 

Aumento da rotatividade de pessoas

Os transtornos mentais são tão graves quanto doenças físicas. Isso porque podem causar impactos que podem ser desde falta de ânimo para o desempenho de funções e até mesmo afastamento por período indeterminado.

Além disso, não é incomum que colaboradores com a saúde debilitada, quando não conseguem enxergar uma solução para o seu problema, peçam demissão.

E todas estas ações geram ônus à empresa, que se vê obrigada a remanejar seu quadro, empenhando tempo e dinheiro em novas contratações.

 

Ausências frequentes no trabalho

Transtornos psicológicos como depressão e ansiedade influenciam diretamente na qualidade de vida do colaborador, impedindo, muitas vezes, que o mesmo consiga desenvolver suas funções e se vendo obrigado a se afastar delas.

Não é incomum vermos em empresas que não apresentam apoio psicológico aos seus colaboradores um grande número de atestados médicos com CID 10 F32 ( episódio depressivo) ou CID 10 F41 (ansiedade), o que causa preocupação, já que o número de diagnósticos destes tipos de transtornos têm ficado cada vez mais frequentes.

 

Sobrecarga da equipe

Cada membro de uma equipe tem uma função a cumprir, e na sua ausência este se torna um problema, pois outros colaboradores precisam suprir essa ausência de alguma forma.

O resultado pode ser muito ruim, pois a depender da tarefa desempenhada por aquele membro que está faltando, a equipe não conseguirá apresentar resultados tão bons quanto poderia. Isso, pode gerar desmotivação, estresse, revolta e falta de interesse de outros membros.

 

Como as empresas estão lidando com este assunto (saúde mental) e quais ações estão tomando?

Felizmente, a saúde mental é um assunto que vem sendo pauta dentro das empresas e fazendo com que os empresários comecem a tomar medidas preventivas.

Como já citado, a contratação de um psicólogo organizacional é o primeiro passo, mas não o único!

Entre as medidas,  a realização de palestras com toda a equipe, tratando sobre a importância de ter condições mentais estáveis, plantões psicológicos, promoção de ambientes mais alegres para descanso são apenas algumas alternativas.

O incentivo ao desenvolvimento de habilidades dentro da empresa por meio de especializações, a mediação de conflitos entre colaboradores bem como, plano de carreira também são boas estratégias.

Além disso, muitas empresas estão investindo em tecnologia como uma forma de otimizar e aproveitar melhor o tempo de seus colaboradores.

Ainda existem algumas empresas que não dão muita importância quando se fala da saúde mental de seus colaboradores. Mas, a maioria dos empreendedores já tomaram consciência de que este é um assunto de extrema importância.

É notável que, embora as tecnologias facilitem a vida e o dia a dia é somente por meio do Capital Humano que se torna possível o crescimento contínuo de uma empresa.

Por isso, quanto mais ações foram realizadas nesse âmbito, mais a empresa se beneficiará e será capaz de despertar bem como, usufruir das capacidades intrínsecas de seus colaboradores a seu favor.

 

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios